Felipe Schmitt-Fleischer é administrador com MBA em Gestão Empresarial e Especialização em Branding. Sua trajetória iniciou há 15 anos como consultor de estratégia, trabalhando em projetos de planejamento e implementação em médias e grandes empresas. Com o tempo de atuação no mercado, migrou para a área mais voltada ao marketing, quando conheceu os conceitos de branding. Conheça um pouco mais sobre sua história e visão de negócios.

 

Oversize: O que é o seu negócio?

Felipe: Uma empresa que realiza projetos de Branding, desenvolvendo posicionamento de marca e negócio baseado na sua essência e propósito, nos diferenciais e na relevância necessária para vencer no mercado. Também trabalhamos em projetos de Branding que envolvem desenvolvimento de nomes para marcas (de negócio ou de produto) e criação de Identidade Visual Corporativa, sempre associando parceiros especialistas em cada área.

 

Oversize: O que motivou a criação dele?

Felipe: Esta ideia já existe alguns anos e foi lançada no mercado por mim em 2009 como produto e 2012 como negócio. Em 2017 assumi minha empresa independente com este produto. Acredito que o ambiente de consultorias de estratégia e agências de publicidade ainda enxergam apenas um lado da moeda. Entendem que devem colocar tudo em um Excel ou em uma campanha legal. Mas o que torna marcas e negócios únicos não são planilhas ou anúncios divertidos, mas fazer coisas relevantes que movem as pessoas (de dentro e de fora da empresa).

 

Oversize: Quais os maiores desafios na construção de um negócio atualmente?

Felipe: O maior desafio é convencer a importância de construir e desenvolver marca. Algo que os norte-americanos já faziam no final do século XIX e que os chineses descobriram como algo importante para sua economia nos anos mais recentes. O trabalho antes de ser uma execução, é uma missão de espalhar os conceitos, os cases e os resultados daqueles que já fizeram algo com sua marca. Li recentemente que em face da melhora no cenário econômico, as empresas calçadistas devem investir em novas máquinas, novos softwares, novos processos e componentes. Em resumo, aumentar a “capacidade produtiva”. Mas onde está o investimento em marcas? O ativo mais valioso de uma empresa forte. Qual a “capacidade produtiva” da Nike? Ou da Arezzo, para ficar em um exemplo local? Marcas fortes sustentam empresas fortes, seja em ambientes de expansão, quanto em situações de crise. Lembre-se, produtos são criados na fábrica. Marcas são criadas na mente das pessoas.

 

Oversize: Qual a maior conquista no seu projeto até hoje?

Felipe: Manter um nível de satisfação altíssimo entre ex-clientes, inclusive sendo uma fonte importante de indicações para trabalhos futuros.

 

Oversize: O que permitiu que você seja bem sucedido como um empreendedor?

Felipe: Acreditar no talento, no mérito e no esforço para alcançar objetivos, através de propósitos verdadeiros.

 

Oversize: Qual é o melhor conselho que você já recebeu?

Felipe: Não desistir, sempre procurar meios de encontrar um caminho.

 

Oversize: Qual foi a lição mais difícil que você aprendeu?

Felipe: Há pessoas que não irão ser convencidas nem pelos melhores argumentos que possa ter.

 

Oversize: Que impacto você gostaria de ter no mundo?

Felipe: Ver mais empreendedores trilhando caminhos bem sucedidos através de marcas com propósito e um papel importante na sociedade.

Deixar um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *.